Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

11.4.06

Monte Olimpo


(Bacchus, Caravaggio, 1597)

Zeus era filho de dois dos doze titãs: Cronos (masculino) e Rhéa (feminino), os outros eram Oceano, Ceo, Crio, Hipérion, Jápeto, todos masculinos, e Téia, Témis, Mnemósine (a memória), Febe ( a Lua) e Tétis. Os titãs eram filhos dos primitivos senhores do univeros, Gaia e Urano, este último prendeu os ciclopes e os hecatonquiros no Tártaro. Seu irmão Gaia instigou os filhos de Urano à revolta e foi Cronos, o mais jovem, que assumiu a liderança da luta contra Urano e, usando uma foice dada por Gaia, castrou seu pai. O sangue deste ao cair na terra, gerou os gigantes e da espuma que se formou o mar nasceu Afrodite ou Vénus, na mitologia romana, deusa do amor, da beleza e da volúpia sexual. Com a destruição de Urano, foi Cronos aclamado rei, tendo casado com sua irmã Rhéa e voltado a prender os hecatonquiros e ciclopes no Tártaro. O novo rei também foi advertido que seria destronado por um dos seus filhos, tal como seu pai, Urano. Assim, devorou-os à nascença. Devorou Deméter, Hera, Hades, Héstia e Poseídon, tendo apenas escapado Zeus que decidiu destronar o pai, conforme a profecia, com a ajuda da oceanide Métis, personificação da sabedoria, que enganou Cronos ao fazê-lo beber uma poção que o fez vomitar os filhos devorados. Zeus conseguiu ainda libertar seus tios ciclopes que se aliaram a ele e seus irmãos, mais os hecatonquiros, entretanto também libertos, contra os titãs liderados por Atlas.
Zeus, cujo símbolo é o trovão, distribui o bem e o mal e governa toda a humanidade, devorou a sua primeira esposa, Métis, deusa da sabedoria e prudência, quando estava grávida de Atena ou Minerva, na mitologia romana, a deusa da sabedoria e inteligência, das artes e da guerra organizada, com receio que a criança viesse a ser mais poderosa que ele, tal como na profecia. Apesar disso, Atena acabou por irromper da cabeça de Zeus quando Hefesto, Vulcano na mitologia romana, deus do fogo, que trabalhava no monte Etna auxiliado por ciclopes e servas de ouro, a abriu ao meio com um machado, durante uma batalha, tendo Atena saído da cabeça de Zeus completamente desenvolvida e armada para defender seu pai. Hefesto foi o criador do ceptro de Agaménon, rei de Argos e Micenas, a couraça de Hércules, as flechas de Apolo e o escudo de Aquiles. Hera, Juno na mitologia romana, é irmã e mulher de Zeus, preside aos casamentos, partos, protege a família e as mulheres. Atena, criadora de Atenas que era disputada também por Poseídon ou Neptuno, para os romanos, deus do mar e irmão de Zeus, ofereceu uma oliveira em alternativa à fonte de água salgada oferecida aos habitantes por Poseídon, tendo ganho. Apolo, deus do Sol, da música, da poesia, da profecia e da medicina, presidia aos oráculos e era líder das Musas, era filho de Zeus, que lhe ofereceu um arco e flechas em ouro - que usava para disparar flechas que matavam os homens com doenças súbitas -, e uma lira do mesmo metal precioso feitos por Hefesto, e irmão gémeo de Artemis ou Diana, na mitologia romana, deusa da caça, que também recebeu um arco e flechas do seu pai, Zeus, mas em prata. O dia 22 de Janeiro é consagrado a Apolo que tem como árvore mais sagrada o loureiro. As coroas de louro eram oferecidas a alguém por feitos extraordinários. Em Tessália, Apolo foi roubado por seu meio-irmão Hérmes ou Mercúrio, para os romanos, deus dos viajantes, dos compradores e vendedores, mensageiro dos deuses, filho de Zeus e da ninfa Maia, inventor da balança, também considerado o deus dos desportistas. Outro meio-irmão de Apolo e Hérmes era Dionísio ou Baco, para os romanos, deus do vinho que também deu origem aos bacanais... Afrodite ou Vénus, na mitologia romana, deusa do amor, da beleza e da volúpia sexual, para uns filha de Zeus e para outros nascida da espuma do mar, era casada com Hefesto que lhe era infiel. Era mãe de Hermafrodito, da união com Hérmes, que, por sua vez, representa a fusão dos dois sexos, e de Eros, deus do amor, entre outros.