Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

18.2.07

Deng Xiaoping (1904 - 1997)

(Malvern Hall, John Constable, 1809)

Deng Xiaoping (22 de Agosto de 1904 – 19 de Fevereiro de 1997) foi “o arquitecto da nova China”. Sucessor de Mao Tsé-Tung, falecido em 1976, assumiu o poder em 1977 e foi o símbolo do pragmatismo: “enriquecer é glorioso”. Pai das “Quatro Modernizações para a China do Séc. XXI”: indústria, defesa, agricultura, ciência e tecnologia. E de “Um país, dois sistemas”: que culminou na reunificação de Hong Kong, de administração britânica, à República Popular da China, em 1997, e de Macau, território até então sob administração portuguesa, em 1999, com a promessa de ambos os territórios manterem o capitalismo durante cinquenta anos, enquanto na China continental manter-se-ia a práctica do socialismo. O crescimento económico na China foi de 10,5% em 2006 e prevê-se de 9,8% em 2007, o índice Shangai Stock Exchange foi o melhor mercado asiático de 2006 com uma subida de 130% e em Janeiro deste ano valorizou-se 30%. Existem actualmente mais de 300 milhões de utilizadores de telemóveis tornando a China no maior mercado mundial. Depois da fase da mão-de-obra barata, começou a fase da construção de modernas infra-estruturas.