Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

26.3.07

Símbolos, mensagens e cifras

(Figure with Meat, Francis Bacon, 1954)

Nas mensagens electrónicas, as associações de letras e símbolos para exprimir estados de alma são chamadas de emoticons, do inglês emotive icons. Já os e-mails enviados com mensagens não solicitadas e distribuídas em massa são os spam. A Atbash é uma criptografia de simples substituição do alfabeto hebraico. Ela consiste na substituição do aleph (a primeira letra) pela tav (a última), beth (a segunda) pela shin (a penúltima), e assim por diante, invertendo o alfabeto usual. Em criptografia, a cifra mais conhecida é a Cifra de César, também conhecida como Código de César, é uma das mais simples e conhecidas técnicas de encriptação. É um tipo de cifra de substituição em que cada letra do texto é substituída por outra, que se apresenta no alfabeto abaixo dela um número fixo de vezes. Por exemplo, com uma troca de 3 posições, A seria substituído por D, B viraria E e assim por diante. O nome do método teve origem numa técnica semelhante usada por Júlio César para se comunicar com os seus generais. Numa cifra de César, cada letra do alfabeto é deslocada da sua posição um número fixo de lugares; por exemplo, se tiver uma deslocação de 3, A torna-se D, B fica E, etc. A cifra de Vigenère consiste na sequência de várias cifras de César com diferentes valores de deslocamento. Para cifrar, a tabela de alfabetos pode ser usada. Consiste no alfabeto escrito 26 vezes em diferentes linhas, cada um deslocado ciclicamente do anterior por uma posição. As 26 linhas correspondem às 26 possíveis cifras de César.