Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

25.4.07

Língua portuguesa

(Prey, Paula Rego, 1986)

Com relativa frequência, mesmo em quem escreve e fala muito bem e tem responsabilidades acrescidas, se observa o erro de utilizar a palavra “despoletar” como sinónimo de desencadear ou originar, no sentido do encadeamento de uma acção, quando significa precisamente o seu contrário: despoletar significa retirar a espoleta impossibilitando a explosão, anular ou travar. O termo correcto é espoletar (v.tr.). Uma espoleta (s.f.) é um objecto de metal ou madeira destinado a inflamar a carga de projectéis ocos. O curioso e excelente programa “Cuidado com a Língua”, da RTP 1, apresentado pelo actor Diogo Infante, já abordou esta questão. Assim como Raul, Paul, Madail e Saul são as formas correctas de escrever os nomes Raúl, Paúl, Madaíl e Saúl. Encapuzados, de capuz, e não encapuçados. Carros-patrulha e não carros-patrulhas.