Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

26.6.09

Fragmentos: Horizonte temporal (8)


Inaugura hoje uma exposição com 74 obras (57 pinturas e 17 desenhos e gravuras) do pintor francês realista Henri_Fantin-Latour (1836-1904), contemporâneo de Gustave Courbet, no Museu Gulbenkian, até ao próximo dia 06-09-2009, entradas a 4 €. Acima a obra Um Atelier nos Batignolles (1870), do Museu de Orsay, em Paris. Nesta obra pode-se observar os pintores Pierre-Auguste Renoir e Claude Monet, o escritor Émile Zola, todos do chamado Grupo dos Batignolles. Henri Fantin-Latour é descrito como “cronista visual da elite intelectual da sua época e retratista de intimismo cultural”.

Etiquetas: