Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

25.7.09

Cinefilia: "De Tanto Bater o Meu Coração Parou" (2005)

Dizem que é um filme sobre o crescimento e a maturidade. Pode até ser, mas o que é é um filme ao ritmo perturbado da personagem principal, o obscuro agente imobiliário Thomas Seyr (Romain Duris) de 28 anos, sempre angustiado pelos negócios imobiliários e dominado pela ansiedade da audição de piano. Tal como o pai, Robert Seyr (Niels Arestrup), Tom é um agente imobiliário, com processos pouco ortodoxos, que em conjunto com dois sócios Fabrice (Jonathan Zaccaï) e Sami (Gilles Cohen) dedicam-se a expulsar inquilinos de prédios devolutos pela força. Em paralelo, dedica-se ao estudo e treino de piano com uma virtuosa pianista chinesa Miao Lin (Linh Dan Pham) preparando-se assim para a audição com o antigo promotor de sua falecida mãe, Sonia Seyr, no “próximo dia 23”. De Tanto Bater o Meu Coração Parou (2005), quarto filme realizado pelo francês Jacques Audiard.

Etiquetas: