Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

22.8.09

Bibliofilia: "O Coração das Trevas (1902)"

Joseph Conrad, O Coração das Trevas, Colecção Mil Folhas, Público, Abril 2004, pp. 126. Marlow relata aos seus colegas, tripulantes duma chalupa de recreio fundeada no estuário do Tamisa, a expedição que no passado encetou subindo o rio Congo para salvar um enfermo comerciante de Marfim, Kurtz, embrenhado na selva. Depois duma longa viagem por um rio que é devastado pela densa, misteriosa e desumana selva, vai descobrir não só a decadência física, mas sobretudo moral, de um cruel e monstruoso Kurtz que serve-se dos selvagens indígenas que o idolatram para matar, pilhar e dominar toda a região sem quaisquer ressentimentos. Nesta região, no coração das trevas, não falta o ataque dissuasor dos selvagens canibais com flechas e lanças à embarcação, até às cabeças empaladas nos postes já conhecidas na sétima arte com o Apocalypse Now de Francis Ford Coppola. Mais uma extraordinária aventura de Joseph Conrad (1857-1924) sobre a complexidade da condição humana e a vulnerabilidade moral do Homem face às adversidades.

Etiquetas: