Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

2.8.09

In absentia: A linha do horizonte (4)


Graças à geoengenharia descobri recentemente que o mundo é de plasticina. Porquê? Porque é possível manipular de forma intencional e em larga escala o ambiente da Terra para combater as alterações do clima, pelo menos segundo a Sociedade Americana de Meteorologia. Como os Estados parecem não conseguir o consenso quanto à redução das emissões de gazes poluentes (CO2), a alternativa poderá estar em escurecer o planeta e reflectir mais raios solares de volta para o espaço, diminuindo a temperatura terrestre, através da injecção de dióxido de enxofre (SO2) na estratosfera; ou usar navios com canhões de água para carregar as nuvens com água salgada, de forma a ficarem mais brancas; ou ainda plantar, em latitudes mais a norte, florestas com a copa mais clara. Ainda outra solução poderá ser a fertilização dos oceanos com ferro para promover a proliferação de algas. Mas, como qualquer remédio, poderá ter efeitos secundários ou resultados ambivalentes. Sendo que um deles poderá ser o desviar das atenções da actual política de corte de emissões.

Etiquetas: