Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

2.8.09

Momentum: "Carpe diem" (87)


11.07.2009 Albufeira. E terminou, não o livro (p. 482 de 844) mas esta história, que começou assim, com o caos urbanístico algarvio visto das traseiras da famosa Pastelaria Riviera e a violenta discussão entre dois supostos velhos aliados Nikolái Vsévolodovich Stravogin e Piótr Trofímovich Verkhovénski. Verkhovénski foi o criador da “criatura”, (Nikolái Stravogin), passe o pleonasmo, que lhe parece escorregar agora por entre as mãos, ao não aceitar o plano de Verkhovénski para assassinar Shatóv, e assim cimentar a união entre todos os elementos do grupo, e para dar 1 500 rublos a Mária Timoféievna Lebiádkina que seria o pretexto para Fedka “o presidiário” a assassinar libertando Stravogin de qualquer ónus que o limitasse ao assumir de vez um compromisso com Lizavéta Nikoláievna Túshina. Apesar das férias terem terminado, o livro há-de continuar…

Etiquetas: