Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

17.9.09

In Limine: Assim tudo começa (3)

“’Pois bem, meu príncipe, Génova e Luca mais não são do que apanágios, domínios, da família Bonaparte. Não, previno-o de que, se me diz que não teremos guerra, se se permitir ainda atenuar todas as infâmias, todas as atrocidades desse Anticristo (palavra de honra, para mim, é o que ele é), desconheço-o, deixo de considerá-lo meu amigo, meu’ fiel servidor, como costumo dizer. Vamos, vejamos, como está, como está? ‘Bem vejo que lhe meto medo.’ Sente-se e conte-me novidades.”

Lev Tolstói, Guerra e Paz

Etiquetas: