Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

22.9.09

Momentum: "Carpe diem" (111)


Não me canso de dizer que não contem os passos que dão, mas atentem à distância que percorrem, porque à hora Twilight que vos reencontro mais um recorde da blogosfera deve ter sido batido apenas em oito linhas e com o direito situacionista de abertura de todos os telejornais, mas também a esta precisa hora, de Lisboa e da cidade do Big Ben, estamos a receber o Outono e a compensar a redução drástica de sal no pão, porque a minha aposta vai para Philip Roth. Perdoem-me os estimados nativos de terras de Vera Cruz que estoicamente resistem aos meus devaneios, mas o Miguel Sousa Tavares tem razão e, já agora, até já!

Etiquetas: