Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

25.9.09

Momentum: "Carpe diem" (113)


Mas que linguagem é esta do Emoji? Será porque os nipónicos, também conhecidos por japoneses, são excelentes caçadores (ou pescadores?) de manas Moby Dick? Também não interessa, porque amanhã é dia de derby e a minha previsão vai para Quim; Maxi, Luisão, David Luíz, Shaffer; Javi García; Ramires, Aimar, Di María; Saviola e Cardozo. O chamado 4-4-2, que, segundo Bruno Prata, o tal do Ludopédio, no Público de hoje, é mais um 4-1-4-1, porque o Saviola recua para ajudar o Aimar. Ah, e também joga o terceiro com o quarto e esse jogo já está a ser convenientemente preparado, tal como o feliz regresso de Blake & Mortimer. Mas há mais regressos, como o de Bono, The Edge, Adam Clayton e Larry Muller, também conhecidos como U2. E, hoje na RTP1, temos mais um filme de Harrison Ford, Presumível Inocente, e a série Mad Man, às 22:45 horas, na RTP2, e também o alargamento do desempenho por objectivos que estas coisas tocam a todos. Porque na actualidade há três epidemias: a H1N1, a trilogia Millennium do senhor Stieg Larsson e vampiros, que são um género de mamíferos quirópteros, da espécie Stephenie Meyer. E agora é hora de serão com D. Teodora Barbuda de Figueiroa, morgada de Travanca, “menina estimabilíssima por virtudes, mas mais feia do que pede a razão que seja uma senhora honesta.” Prudentia in omnibus.

Etiquetas: