Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

4.9.09

Momentum: "Carpe diem" (98)


Pirataria na Europa? Não. Isso estava difícil de passar no meu estreito. Mas passa bem pelo Estreito de Ormuz. Nos tempos que correm é difícil esconder o que quer que seja e, como tal, tinha de ser coisa de profissionais. E qualquer profissional percebe perfeitamente que, como era para depósito, não aceitaram. Agora, se fosse para sacar, estava à vontade. O que nos deixa verdadeiramente tão ou mais apreensivos que a Nereida Gallardo sobre o futuro do cê erre nove, já que este é o melhor do mundo, mas se não é perna de pau também não é nenhum super Maxi e esse problema só se coloca quando não há segundas, nem terceiras opções, sendo que pode até ser repugnante mas não é original. Hoje ainda há Mad Man e, se arranjar tempo, ainda vou ver mais um independente como o American Splendor.

Etiquetas: