Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

2.10.09

Momentum: "Carpe diem" (119)


Quando os mercados financeiros estão a subir vários dias consecutivos de forma significativa é saudável uma correcção técnica nos trinta anos da obra de António Lobo Antunes, enquanto aguardamos a chegada de Francis Ford Coppola, depois do feliz regresso de Fame também trinta anos depois. As cartas de Sophia de Mello Breyner, de Fernando Pessoa, Mário de Sá Carneiro, Jorge Sena e muitos outros anónimos estão em desuso consumido pelas novas tecnologias e eu vou ter uma semana para recuperar o sono e congratular-me pelo Rio de Janeiro ter ganho a organização dos Jogos Olímpicos de 2016.

Etiquetas: