Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

22.10.09

Momentum: "Carpe diem" (137)


E finalmente chegou o dia. Depois dos concursos sobre a gloriosa história do Benfica, depois das visitas a todos os cantos e esconsos do Estádio da Luz, depois das apresentações de programas do João Malheiro, depois das várias entrevistas a notáveis benfiquistas, depois das reportagens sobre eclécticos desportos, depois dos saraus de ballet, depois das apresentações de programas do João Malheiro, depois da ginástica desportiva, depois do futsal, depois das apresentações de programas do João Malheiro, depois do Couratos e Bifanas, depois de Os Gloriosos- Especial Zoo, depois das apresentações de programas do João Malheiro, depois do Canela Até ao Pescoço: o Benfica 5 – Everton 0, em directo, para a Liga Europa, ex-Taça UEFA, transmitido pela Benfica TV. E, em sinal aberto, pela SIC, também... E a Bíblia, e o Abel, e o Caim, e agora até no Panorama BBC dedicado à corrupção internacional termina com um senhor árabe a dizer que é assim desde o tempo de Adão e Eva, mais “as primeiras doses da vacina contra o vírus H1N1 serão administradas a profissionais que desempenhem funções essenciais”, mas com a taxa de desemprego quase nos 10% vêm à consignação. Já ninguém fala na Maitê, nem no Ariel Sharon.

Etiquetas: