Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

27.10.09

Momentum: "Carpe diem" (141)


Depois de um longo interregno, devido aos jogos de apuramento para o play-off do Mundial 2010 e da eliminatória da Taça de Portugal, o Benfica – Nacional da Madeira. Oportunidade de exercer o direito de opção na Benfica TV, esse canal, tão especial, que trata o Fábio Coentrão por “Fabinho Coentrão”, já que a anterior transmissão, esse pentagrama Benfica 5 – Everton 0, havia sido também em sinal aberto na generalista SIC. Começa o jogo. Começa a transmissão áudio. Com dois senhores da Benfica TV de braços cruzados – alternando com o presidente Luís Filipe Vieira –, eternamente na imagem, a relatarem o encontro que decorria em sinal fechado na Sport TV. Nem à Maitê Proença. Houvesse um "precog" em cada casa, e evitariam que eu me transformasse num potencial John Anderton ou ainda posasse, tal e qual uma Mimi Rogers, para a Playboy, que isto não vai lá com a dianética. É possível acabar com os lugares sentados na Luz e voltarem os “bilhetes para o peão, nem que sejam de pé?" Poupávamos mais as pernas.

Etiquetas: