Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

27.11.09

Bibliofilia: "Boca do Inferno"

Ricardo Araújo Pereira, Boca do Inferno, Tinta da China, 2.ª ed. Novembro 2007, 289 pp. Durante 123 crónicas, publicadas originalmente na revista Visão de 2004 a 2007, ordenadas em quatro grupos, Adoxografia (?), com 24 crónicas; Meditações Políticas, com 37 crónicas, Exame de Problemáticas Sociais, com 50 crónicas; Outras Considerações de Vário Tipo, com 12 crónicas; e um posfácio do Pompousass’ College (?) da Universidade de Oxford, em caracteres Hoefler Text sobre papel Munken Pocket de 80 grs, Ricardo Araújo Pereira (RAP) discorre desde o Mundial de futebol 2006 na Alemanha, aos apelos à “serenidade” dos discursos do ex-Presidente da República Jorge Sampaio, à marquise do actual Presidente da República Aníbal Cavaco Silva, passando pelo Benfica e o efémero, mas prolífero em humor, governo de Santana Lopes, os polémicos candidatos e vencedores das eleições autárquicas, a estreia de Brokeback Mountain, os comentadores políticos Vasco Pulido Valente e Pacheco Pereira, até aos tradicionais incêndios de Verão e inundações de Inverno em Portugal. Com fantásticas ilustrações de João Fazenda, numa belíssima capa, e uma bela encadernação e um lettering muito apropriado, RAP lê-se rápido e diletantemente, embora fosse muito mais necessário um índice – que não existe nesta obra –, do que o existente índice onomástico que serve tanto como uma busca no Google.

Etiquetas: