Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

12.11.09

Momentum: "Carpe diem" (151)


“Diversos desenhos do porta-fólio eram de membros da família e, destes, quase metade da única sobrevivente dos nossos avós, a nossa avó paterna, que, nos domingos em que o meu tio Monty a levava de visita a nossa casa, servia, às vezes, de modelo a Sandy. Sob a influência da palavra ‘venerável, ele desenhava cada ruga que descobria no rosto dela e cada nó deformado dos seus dedos artríticos (Philip Roth, A Conspiração Contra a América).” Depois não lhe querem dar o Nobel?

Etiquetas: