Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

15.11.09

Momentum: "Carpe diem" (154)


O escritor libanês Amin Maalouf (n. 1949) assistiu ao início da Guerra Civil do Líbano, no domingo 13 de Abril de 1975, acabado de chegar de uma viagem a Saigão, o que o impede de escrever sobre isso, apesar de gostar muito de História e talvez por odiar a violência. Tem vontade de descobrir as épocas da História e ao mesmo tempo tem um temperamento de sonhador. “Assim que fico entregue a mim próprio sonho acordado, começo a construir histórias na minha cabeça.” Interessante a estrevista de José Rodrigues dos Santos, no programa Conversas de Escritores, na RTPN, algures em Outubro passado, ao autor de Leão, O Africano (1986), Os Jardins de Luz (1991), Origens (2004), Escalas do Levante (1996) entre outras obras. Curiosa a altercação entre entrevistador e entrevistado sobre a p. 11 do ensaio As Cruzadas Vistas pelos Árabes (1983), referente ao saque de Jerusalém de 1099 como ponto de partida da violência entre o mundo cristão e muçulmano.

Etiquetas: