Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

9.1.10

Momentum: "Carpe diem" (190)


Na altura em que agradecemos a Farouk Abdul Muttallab a possível introdução do strip digital em todos os aeroportos, mas enquanto o Parlamento Europeu discute a violação (por enquanto apenas) da privacidade pela introdução de scanners corporais, com um custo de cem mil euros, que detectam possíveis implantes de silicone (o que não permitiria a Pamela Anderson sair de casa), nos Estados Unidos desenvolvem-se técnicas semelhantes ao polígrafo que permitem detectar e avaliar micro-expressões faciais imperceptíveis a olho nu (e é de nudismo que se trata) como pestanejares, movimentos de sobrolho, esgares, ou alterações de temperatura ao redor dos olhos.

Etiquetas: