Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

17.1.10

Momentum: "Carpe diem" (195)


Numa altura que a crise parecia acentuar-se começam a ser revelados alguns pormenores de retoma. Pode não servir de barómetro para a estreia de O Laço Branco, mas sempre ajuda para perceber o estilo diferenciado no meio de tantos avatares. Esta história parece, como aqui se pode observar, não ter fim, na medida que as repercussões foram graves e nos Estados Unidos não se brinca. Troca do argelino Belhadj pelo francês Yebda com a saída do argentino Shaffer. Chama-se a isto estabilidade. Talvez seja do meu espírito pouco aventureiro (ou da idade), mas tenho muita dificuldade em gostar de desportos radicais onde se arrisca a vida por nada. Para arriscar a vida seria bom que valesse a pena. Blue Dolphin Sea Race?

Etiquetas: