Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

21.2.10

Momentum: "Carpe diem" (218)


Quando um dos discípulos enamorados se atreveu a declarar o seu amor por Hipátia de Alexandria (370 d.C. – 415 d.C.), astrónoma, mestre de filosofia neoplatónica e matemática genial. A filha de Theon deu-lhe um pano manchado com o seu sangue menstrual. Esse gesto repugnante mostrou ao discípulo que a beleza não está aprisionada num corpo.

Etiquetas: