Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

25.3.10

Ipsis dixit: A subtileza do pensamento (14)


“Os utopianos perguntam-se como é que há um homem que se deleite com o brilho débil de uma gema quando pode olhar para uma estrela ou até para o Sol. Eles ficam estupefactos com o facto de haver um homem tão louco que se ache mais nobre devido à textura fina da sua roupa de lã. Independentemente de quão fino for o fio, foi uma ovelha – que ovelha continua a ser – a usá-la, ainda que todos usem a sua lã. Perguntam-se porque é que o ouro, uma coisa tão inútil em si própria, é por toda a parte tão estimado, que o próprio homem, através do qual e cujo uso determina o seu valor, deve ser menos venerado do que isso. E não compreendem porque é que um estúpido, que não tem mais miolos do que um poste, e que é, ainda por cima, mau e estúpido – deva ter muitos homens sensatos e bons a servi-lo, só porque acontece que ele possui uma grande soma de ouro.”

Thomas More, Utopia

Etiquetas: