Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

13.5.10

Apologia: Reverberando o mínimo (14)


Obra-prima da engenharia rodoviária portuguesa num “subúrbio” de Lisboa chamado Estoril.

Etiquetas: