Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

19.5.10

Momentum: "Carpe diem" (285)


Os portugueses são um povo convencional, cioso das sua tradições, católico, ainda conservador nos costumes e nas relações afectivas. E essa questão levanta problemas de consciência, é perturbadora para uma sociedade fragilizada onde predomina o consenso de que as questões de índole económica são mais relevantes neste período que qualquer outra questão de cariz social. Impunha-se um debate mais alargado, quiçá talvez até mesmo um referendo. Nessa ocasião, poderíamos estão colocar a questão, no momento oportuno, na altura certa, no espaço ideal: serão os portugueses capazes de soprar uma vuvuzela?

Etiquetas: