Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

22.5.10

Momentum: "Carpe diem" (288)


Gosto de personalidades fortes, gosto de pessoas arrogantes, tenho saudades das bengaladas da Primeira República por oposição aos sonsos de agora. Gosto de quem toma partido, independentemente de concordar ou não. Gosto de banqueiros que abandonam as prebendas e o cinzentismo da categoria e falam a verdade que dói a quem doer, como Fernando Ulrich. Gosto de elefantes em lojas de porcelana. Gosto da irreverência (não confundir com a subversão). Evito gente muito penteadinha. Gosto dos que demonstram às claras que não são magnânimos na vitória e não trocam cumpungidas palavrinhas de circunstância na frente para no minuto seguinte dizer por trás o que o muçulmano não diz do toucinho. Detesto a falsa modéstia e as imaculadas infâncias que desabam em violadores de Telheiras. Abomino os excelsos currículos que levam à falência empresas, instituições e países. Por tudo isto, e muito muito mais: força José Mourinho!

Etiquetas: