Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

13.10.10

Momentum: "Carpe diem" (378)


Apenas consegui refrear o meu entusiasmo de ontem, orgulhoso da eleição de Portugal para membro não permanente do Conselho de Segurança da ONU, à terceira volta, depois da desistência do Canadá e da eleição à primeira da Alemanha, após observação da suplantação de mais um colossal obstáculo sob a forma do guarda-redes islandês Gunnleifsson, incapaz de travar o mortífero Hélder Postiga. É da superação destes grandes objectivos que são feitos os poderosos e capazes. E não de pequenas metas que a pouco ambiciosa arraia-miúda com muito custo alcança.

Etiquetas: