Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

28.11.10

Momentum: "Carpe diem" (406)


Portugal é conhecido por ser um país de grandes realizações, desde a Expo ’98, o Euro 2004, as cimeiras internacionais ou dois milhões de trabalhadores precários. País de grandes obras, como o Centro Cultural de Belém, a Casa da Música, a ponte Vasco da Gama ou o abandonado Estádio Faro – Loulé. Caso não vá avante a Terceira Travessia do Tejo ou o TGV, teremos certamente todas as condições para conseguirmos em tempo útil escavar na rocha o nosso Mount Rushmore – esse monumento esculpido no granito do Dakota do Sul, primeiro pelo pai e depois pelo filho Borglum, e que representa os primeiros cento e cinquenta anos da história dos Estados Unidos –, mantendo as quatro cabeças, mas apenas os últimos vinte e cinco anos da nossa história (1985 – 2010).

Etiquetas: