Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

12.12.10

Momentum: "Carpe diem" (414)


Nunca fui dado a violências, nem mesmo a demonstrações desta, mas não posso deixar de acentuar a enorme admiração pela sociedade britânica que já sentia, quando observei as violentas manifestações de estudantes. Como será óbvio, não pelo acto violento em si, mas pelo gigantesco e veemente protesto pela triplicação do valor das propinas; pela firmeza da actuação das forças de segurança; pelo assertivo comentário da ministra do Interior aos meios de comunicação social sem pruridos de qualquer espécie e pelo subsequente pragmatismo na organização duma investigação séria, sobretudo quando se vive num país de gente mansa, resignada. É outro mundo. Outra civilização. Tudo e todos muito autênticos.

Etiquetas: