Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

12.1.11

Momentum: "Carpe diem" (427)


A solução para a crise está em admirar a aurora, contemplar o crepúsculo, olhar o horizonte, subir as escadas a pé, caminhar, coleccionar memorabilia, desenhar, escrever à mão, conversar pessoalmente, assomar à janela, pescar, apanhar sol, observar o luar, beber água da torneira, recordar, ler um livro, rever um filme, comer fruta com casca, arrumar gavetas, rasgar papel, trepar às árvores, cuidar das plantas, pisar excrementos, afiar lápis, pagar a pronto, conhecer as constelações, saber os rios, jogar xadrez, palavras cruzadas e pensar. Rotinas, hábitos, monotonia. Coisas simples. Vida. Escapar ao desejo da ostentação, à voragem das compras, ao plástico, à exuberância da imagem, ao sound bite, à vida on-line, à respiração assistida, e ao niilismo que condena a existência humana a ultrapassar o limite do cartão de crédito.

Etiquetas: