Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

16.1.11

Momentum: "Carpe diem" (430)


A literatura começa a revelar dificuldades em reinventar-se, o escritor francês Georges Perec (1936 – 1982), conseguiu escrever um romance de mais de trezentas páginas sem ter usado a vogal mais comum do vocabulário francês, que é o “e”, e escreveu sessenta páginas de outra obra sem qualquer pontuação, no actualíssimo tema de A Arte e o Modo de Abordar o Seu Chefe de Serviço para lhe Pedir um Aumento. Agora, para minha grande perplexidade, o mestre da escrita criativa David Ebershoff, em A Rapariga Dinamarquesa, da Porto Editora, editado em Outubro de 2010, começa o romance com a excêntrica frase: “A esposa foi a primeira a saber.”

Etiquetas: