Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

1.2.11

Cinefilia: "A Estrada" (2009)

Num cenário pós-apocalítico, que nunca se chega a saber qual a causa, pai (Viggo Mortensen) e filho (Kodi Smit-McPhee) atravessam uma paisagem desolada, onde o sol sempre encoberto destruiu toda a flora e extinguiu toda a fauna, rumo ao sul e tentando escapar aos bandos armados de canibais. Ao longo do filme, enquanto o pai ensina o filho a sobreviver, o filho procura cultivar os ideais e os valores do humanismo no pai. Por exemplo, quando intercede para que este ajude um velho cego ou quando se opõe a que seja abandonado nu o ladrão que conseguiram capturar. Estes cenários apocalípticos nunca me entusiasmaram, nem mesmo na tela, e, embora habituado a conviver frequentemente com o caos, nunca consegui extrair qualquer prazer da desordem. A Estrada / The Road (2009), realizado por John Hillcoat, é baseado no romance homónimo de Cormac McCarthy, talvez mais conhecido pelas histórias na fronteira selvagem de Ciudad Juarez.

Etiquetas: