Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

25.3.11

Ipsis dixit: Marcador de livros (12)


“Seja como for, a escolha do que é para guardar e do que merece ser rejeitado implica uma energia que sempre economizei (ainda assim com algumas excepções). Finalmente, houve a necessidade de ter sempre à mão todos os livros, e depois todos os quadros, música, filmes, com elementos de liberdade interior. Isto aconteceu, claro está, antes de a Internet ter tornado tudo facilmente acessível. Acessível mas desprovido de fantasmas.” (p.23)

Jacques Bonnet, Bibliotecas Cheias de Fantasmas, Quetzal, Outubro 2010

Etiquetas: