Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

9.3.11

Ipsis dixit: Marcador de livros (8)


“O seu rosto era ainda mais inteligente e espiritual do que os outros, mas sorria com pouca frequência e ganhava aqueles traços tão vulgares no rosto dos ricos, os traços da infelicidade, da doença, do desânimo, da preguiça, da insensibilidade. Lentamente, a doença de alma dos ricos dominava-o.” (p. 84)

Hermann Hesse, Siddharta, Casa das Letras, 12.ª edição, Julho de 2006 (pp. 155)

Etiquetas: