Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

5.3.11

Momentum: "Carpe diem" (465)


Hoje é dia do 21.º aniversário do melhor jornal diário português, pelo menos da minha geração. Pelo menos na minha opinião. Declaração de interesse: desde 5 de Março de 1990 que sou (apenas) fiel leitor. Declaração de desinteresse: nunca lá colaborei (nem nesse, nem noutro qualquer), nem alguma vez tive familiares que o fizessem. Nunca fui accionista, nem tenho familiares que alguma vez o tivessem sido. À parte os arrufos sobre a linha editorial ora mais à Direita ora mais à Esquerda, mais ou menos comprometida com o poder, agradeço todos os dias pelos critérios de racionalidade económica ainda não terem levado a melhor à qualidade estética, à substância das notícias, à organização dos conteúdos, e à componente cultural de um jornal que faz mais pela sociedade do que vinte e cinco por cento do desconto em múltiplas lojas do Continente. Sempre o Público em primeiro.

Etiquetas: