Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

27.4.11

Momentum: "Carpe diem" (498)


Indolência ou insolência? Manifestação de orgulho acima da sua condição, como no último caso, ou aquela falta de estímulo para o voluntarismo, do primeiro caso? Sem correlação, estas duas palavras parónimas quase que poderiam ser antónimos. Por regra, os insolentes têm tendência a ser rejeitados pelas organizações em detrimento dos indolentes. O respeitinho ainda é muito bonito. A quadratura do círculo é que não é possível alcançar: obtendo o ideal, um indolente voluntarioso, porque um insolente apático será duplamente prejudicial e inequívoca e liminarmente rejeitado.

Etiquetas: