Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

7.6.11

Momentum: "Carpe diem" (519)


Quando alertava num post mais abaixo sobre a existência de quase quatro milhões de eleitores que não se revêem actualmente em qualquer projecto político, eis que surgem as primeiras notícias que irão resolver o problema que aparentemente não o chegou a ser: existem muitos "eleitores fantasmas" (falecidos) que ainda não foram expurgados dos cadernos eleitorais. Tratando-se assim de um fenómeno paranormal, é muito natural que a solução seja semelhante àquela de facilitar os exames de matemática para pôr cobro ao insucesso escolar ou de atribuir domicílio de proximidade aos mendigos e registar os recibos verdes como trabalhadores por conta de outrem.

Etiquetas: