Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

23.10.11

Ipsis dixit: Marcador de livros (61)


"(...) E adormeceu, não por fraqueza da carne mas por decisão da vontade."
(p. 44)

Jorge Luis Borges, "As Ruínas Circulares",
O Jardim dos Caminhos que se Bifurcam (1941)
Ficções, Teorema, Maio de 2009 (pp. 171)

Etiquetas: