Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

2.10.11

Momentum: "Carpe diem" (584)


Alessio Rastani fez-se passar por um independente corretor de bolsa e foi à BBC News dizer em directo que quem dominava a economia mundial não eram os governos mas sim a Goldman Sachs e que era possível ganhar muito dinheiro em épocas de crise e com a recessão e queda dos mercados. Quem viu o documentário Inside Job – e os acampados da Liberty Plaza terão certamente visto - sabe que é a Goldman Sach e outros Bancos de Investimento norte-americanos que dominam o mundo quando criam produtos tão sofisticados como os derivados CDS e CDO e são a escola primária de futuras pessoas influentes em importantes organismos e instituições internacionais. E que o short selling (venda a descoberto de títulos que não se detêm), que todos parecem incapazes de abolir, permitem apostar na queda das acções. A única coisa falsa era Alessio Rastani ser um corretor independente. Fica a faltar provar o fim do euro e o crash mundial. Mas como os mercados não reagiram em baixa, pressupõe-se que esse efeito já tenha sido "descontado".

Etiquetas: