Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

14.12.11

Momentum: "Carpe diem" (631)


A EN6 Marginal constitui uma verdadeira obra da engenharia rodoviária “tuga” com os seus sinais de limite de velocidade colocados em zonas de rebentação de ondas que invadem as vias de rodagem, como na curva da Parede frente ao Hospital de Santana, os ciclistas em esforço que atrapalham a fluidez do trânsito e os pescadores que tomam balanço para lançar os anzóis arremessando as chumbadas para cima das viaturas que por detrás circulam na estrada.

Etiquetas: