Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

7.1.12

Cinefilia: "Uma História de Violência" (2005)

Excepcional o indolente diálogo inicial entre dois adultos de aspecto duvidoso, à porta de um motel, que sugere algo de tenebroso a ser revelado nos minutos seguintes e que culmina com uma cena de um grito de uma criança ao despertar de um pesadelo com monstros. Tom Stall (Viggo Mortensen) dirige um café de província e é casado com uma advogada local, Edie Stall (Maria Bello), de quem tem dois filhos. A vida pacata é brutalmente interrompida quando mata com destreza, numa tentativa de assalto, os dois indivíduos de mau aspecto da génese do filme e é revelado a sua verdadeira identidade e o seu passado de mafioso sob o nome de Joey Cusack. Em paralelo com a história de perseguição ao passado do pai, também o filho, Jack (Ashton Holmes), revela saber defender-se com violência inaudita das provocações e abusos sofridos na escola. A History of Violence / Uma História de Violência (2005), de David Cronenberg, é não só um filme sobre violência, mas também sobre a identidade perdida e a regeneração familiar num recomeço de vida.

Etiquetas: