Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

21.7.12

Cinefilia: "Margin Call - O Dia Antes do Fim" (2011)

Ao começar com um analista de risco sénior, Eric Dale (Stanley Tucci), a ser despedido com seis meses de meio sálário, seguro de saúde apenas garantido durante um semestre, telemóvel bloqueado, a promessa de “uma nova oportunidade” e um segurança que o acompanha à porta da rua da sede da empresa, depois de dezanove anos de dedicação, não está dado o mote sobre os direitos adquiridos? Erradamente o início do filme transmite a imagem que é sobre a “fruta da época”, quando na realidade cava mais fundo. Quando um analista de risco sénior, Peter Sullivan (Zachary Quinto), de 28 anos e engenheiro doutorado no MIT em rocket science que aderiu ao projecto espacial do mercado financeiro de derivados, e o analista de risco júnior Seth Bregman (Penn Badgley) descobrem que os activos da empresa de trading e investimento (talvez uma sociedade financeira de corretagem) basicamente não valem mais do que lixo (a tal toxina), começam os problemas, não para os quadros superiores da empresa, como o CEO John Tuld (Jeremy Irons), Jared Cohen (Simon Baker), Sarah Robertson (Demi Moore) e Sam Rogers (Kevin Spacey), que ganharam milhões em bónus nos últimos anos, mas para o resto do mercado que vai ser enganado para comprar algo de valor mais do que duvidoso. Rebenta-se com o mercado para ainda salvar uma empresa. Cronologicamente existe uma referência quando director de operações Sam Rogers refere trabalhar há vinte e dois anos na empresa, desde 1986. Estamos, portanto, em 2008 e se os engenheiros se tivessem envolvido com outros números como os do cálculo de construção de pontes, nunca teria sucedido isto. Margin Call – O Dia Antes do Fim (2011), do realizador JC Chandor, merecia em português um título mais elaborado e que se confundisse menos com um filme catástrofe ou apocalíptico, porque no conteúdo da metáfora dá para perceber a origem da calamidade que culmina num fim abrupto. Do filme.

Etiquetas: