Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

24.8.12

Momentum: "Carpe diem" (760)


Pouco mais de um ano depois, a Noruega manda um louco para a prisão, fazendo a vontade ao mesmo que não queria ser um assassino internado num hospital psiquiátrico. Curiosa justiça esta que, embora nada possa fazer pelas inocentes vítimas, não deixa de cumprir os desígnios daqueles que não merecem. Seja o assassino que se declara louco, ou o louco que quer ser condenado como assassino.

Etiquetas: