Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

6.10.12

Momentum: "Carpe diem" (781)

Uma Esquerda virtuosa reuniu-se em congresso para encontrar alternativas: além da denúncia unilateral do Memorando de Entendimento com os credores e a reestruturação da dívida, propôs medidas legislativas contra a violência doméstica, apoio à adopção e à procriação medicamente assistida. O líder do maior partido da oposição prometeu restaurar o feriado da implantação da República e a redução dos actuais duzentos e trinta deputados, à imagem da redução dos ministérios promovido pelo actual Governo que tornou tudo tão ingerível, sem resolver nada. Talvez se fosse proposto incentivos fiscais, linhas de crédito ao investimento e resseguros de colheita, para proliferação de estufas, sobretudo no Oeste, e concentração de empresas para ganho de massa crítica e poder negocial AbrunhoesteFNOP e Horpozim), que possam aumentar a produção para exportação das hortofrutícolas e de citrinos no Algarve (Frusoal ), que já são trinta por cento da nossa produção alimentar, e para produção em aquacultura de bivalves (Companhia de Pescarias do Algarve), como o mexilhão, ostras e vieiras, muito apreciados no estrangeiro, além do apoio a empresas exportadores de atum (como a Tunipex, em Olhão) para a confecção de sushi no próprio Japão, fosse muito absurdo ou impossível. Não é preciso ir logo para as energias renováveis, onerando exageradamente a factura da EDP, ou para o investimento aluado e marciano em dot.com da moda. Para que um 1/3 das actuais exportações não seja só ouro derretido e carros que foram importados e não se venderam.

Etiquetas: