Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

17.11.12

Ipsis dixit: Marcador de livros (121)


“O abade gostava do progresso… Achava até necessário o progresso. Mas parecia-lhe que se queria fazer tudo à lufa-lufa… O País não estava para essas invenções; o que precisava eram boas estradinhas…” (p. 61)

Eça de Queirós, Os Maias (1888)

Etiquetas: