Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

7.11.12

Momentum: "Carpe diem" (800)


Oscar Cardozo é isto: falha, marca, falha, marca, falha, marca, falha… Num jogo em que conseguiu uma das melhores exibições: entra aos 46’ e, aos 51’, marca logo um excelente golo, que é mal anulado por um pretenso fora-de-jogo. Aos 55’ volta a marcar, agora de cabeça, mas, dez minutos depois, aos 65’, falha um golo à boca da baliza por cabecear mal, onde bastava encostar. Redime-se aos 69’, fazendo novo golo, com um bom remate com a canela, mas falha logo de seguida, aos 78’, um penalti construído pelo próprio e repete novo falhanço aos 82´, desta vez, isolado frente ao guarda-redes adversário. Acaba por ser dificil conseguir fazer dele o homem do jogo ou da jornada, porque marca e falha e marca e falha e marca e falha…

Etiquetas: