Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

24.12.12

Momentum: "Carpe diem" (821)


O nosso cérebro é tão extraordinário que está programado para ver o que espera ver. Sempre que se depara com algo ambíguo, procura mais informações que o ajudam a compreender qual é a solução mais provável ou plausível para o problema. Daí que consiga com relativa facilidade ler esta mensagem: dsjo a tds os qe pr aqi pssm, pr acdnte ou prpsitadmnte, um Fliz Ntal.

Etiquetas: