Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

5.4.14

Momentum: "Carpe diem" (1 038)


O mandato, ao contrário do Fed, não o permitia. Nem se podia falar nisso, era tabu. Nada como esbarrar na parede (deflação) para que a força objectiva das circunstâncias altere a percepção subjectiva dos factos. Qual o tabu seguinte que desmoronará? A mutualização da dívida?

Etiquetas: