Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

29.8.14

Momentum: "Carpe diem" (1 107)


Cristiano Ronaldo é sem sombra de dúvida o melhor jogador de futebol do Mundo. Melhor do que Messi, porque já o provou em diferentes clubes, em diferentes campeonatos. É um enorme orgulho para todos os portugueses vê-lo ganhar tudo o que há para ganhar. Agora é uma tristeza de pessoa que, absolutamente rica, não consegue juntar sujeito, predicado e complemento directo e não tem as mais básicas noções de educação e naturalidade para manter a dose certa de formalidade numa conversa ou entrevista. É confrangedor e penoso vê-lo abusar duma coisa tão básica como o "você" quer seja numa cerimónia com o Presidente da República ou numa entrevista à Judite de Sousa. Dizer que é humilde é outra falácia. Nada tem de humilde, antes pelo contrário, é bastante presunçoso e extraordinariamente imaturo quando perde. Vem sim de uma família humilde. Mas é normalmente das famílias humildes que surgem as pessoas com comportamentos mais educados. Com tanto dinheiro, que até dá para comprar filhos, já estaria mais do que na altura de se tornar refinado. Muita gente pensará o mesmo, políticos incluídos, sobretudo políticos, mas poucos o revelam para não perderam as boas graças de quase noventa e sete milhões de seguidores do Facebook.

Etiquetas: