Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

17.11.14

Momentum: "Carpe diem" (1 135)


O ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, assumiu a responsabilidade política do caso dos vistos Gold que toda a gente reclamava. João Oliveira, do PCP, numa intervenção telefónica de dois minutos na SIC Notícias repetiu três vezes a expressão “responsabilidade criminal” e três vezes “consequências políticas”. Quatro vezes a palavra “credibilidade”, quatro vezes a palavra “legitimidade”, mais três vezes a palavra “consequências” e três vezes o “regular funcionamento das instituições”. Conclusão: João Oliveira precisa de ler mais para enriquecer o vocabulário. De seguida pronunciou-se o presidente do sindicato das polícias, que nos últimos anos tem clamado pela demissão do ministro nas escadarias da Assembleia da República, insatisfeito por essa atitude obrigar agora a renegociar as reivindicações. É difícil estar à hora certa, no momento certo. Ou, neste caso, não estar.

Etiquetas: